cogumelos mágicos são legais no brasil?

No Brasil, a Psilocibina e a Psilocina são substâncias controladas, de acordo com a Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998. No entanto, os Cogumelos Psilocybe cubensis não estão listados explicitamente, o que nós faz pensar cogumelos mágicos são legais no brasil ou não?

Aqui nesse artigo você vai saber mais antes de comprar cogumelos magicos.

cogumelos mágicos são legais no brasil

A constituição federal considera tudo legal até que se torne "ilegal", isso deixar em aberto que o cultivo ou o porte de cogumelos alucinógenos contendo Psilocibina ou Psilocina poderia ser considerado uma atividade não-ilegal portanto sim, cogumelos mágicos são legais no Brasil.

cogumelos alucinógenos brasil

Cogumelos mágicos são legais no brasil, confira levando em consideração;

  1. A Constituição federal considera algum ato ilegal, aquilo que é previamente declarado por lei.
  2. Os cogumelos Psilocybe Cubensis não estão listados explicitamente em nenhuma lei.
  3. São vendidos na forma desidratada em sites especializados de forma aberta, com atendimento ao cliente.
  4. Podem ser cultivados, manipulados e enviados pelos correios através do PAC ou SEDEX.
  5. Os fungos que contém psilocibina, espalham-se de forma livre e com muita facilidade pelos pastos em fazendas criadoras de gados e vacas leiteiras em todo território nacional.

O Brasil tem uma política relativamente tolerante em relação às substâncias controladas, a Ayahuasca e o Rapé, por exemplo, são substâncias que podem ser alucinógenas ou não e nos anos 90 o uso foi considerado direito dos povos indígenas em rituais de consagração.

Confira também: ayahuasca é legal?

Segundo o trabalho de mestrado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, programa de pós-graduação de 2007.

“O uso religioso está associado ao sagrado, à contemplação e ao autoconhecimento. Para além dos preceitos constitucionais de liberdade, de crença e saúde, o permissivo legal da nova lei de drogas, n° 11.343/2006, permite concluir que existe uma categoria especial de usuários; Trata-se de uma atipicidade cuja prática possui amparo constitucional e de lei ordinária. Por exemplo, o uso religioso de substâncias psicoativas consideradas sagradas se aproxima do direito à saúde, já que o consumo dessas substâncias está, para esses usuários, associado a cura, bem-estar e qualidade de vida.”

Cogumelos alucinógenos é crime?

Não existem registros de pessoas presas por cultivar, portar ou usar cogumelos psilocybe cubensis no Brasil.

Não existem casos prévios e jurisprudência jurídica disponível sobre o assunto.

No dia 28/06/2015 saiu uma matéria no Folha de São Paulo onde o titulo foi: “Sites brasileiros vendem drogas ‘Legais’" onde os cogumelos também são referenciados.

Veja a matéria cogumelos mágicos são legais no brasil Afinal cogumelos mágicos são legais no Brasil?

cogumelos alucinógenos é crime se..

Falando especificamente de cogumelos alucinógenos Brasil:

    • Isolar o princípio ativo, a psilocibina é uma substância controlada pela Anvisa.
    • Encapsular para venda sem registro com a ANVISA, conforme normativa todo encapsulado deve ter registro.
Legislação no Mundo e no Brasil

Os cogumelos mágicos em particular os Psilocybe Cubensis são totalmente legais nas Bahamas, Brasil, Jamaica, Nepal, e Samoa.

Apenas a psilocibina e a psilocina são listadas como controladas e ou ilegais, sem mensão aos fungos.

Confira a situação legal no mundo atualmente segundo portal: abcdef.wiki

  • Azul = Legal
  • Amarelo = Ambíguo
  • Vermelho = Ilegal
É proibido plantar / cultivar cogumelos Psilocybe Cubensis?

Os fungos vendidos não estão na lista de proibições da Anvisa ( Agência Nacional de Vigilância Sanitária), consta somente a substância controlada, no caso do Psilocybe Cubensis, a substância psilocibina e psilocina na forma extraída ou pura é proibida, porém o fungo em espécie não.

Posso comprar online e receber cogumelos alucinógenos em minha residência?

Muitas lojas trabalham com cogumelo alucinógeno com envios feitos para fins estudos de etnomicologia (estudos relacionados aos fungos) ficando livre de quaisquer enquadramento perante a lei, fungos em espécie não são considerados ilegais.

É crime vender cogumelos alucinógenos?

Não é considerado crime vender os fungos, seja in natura ou desidratados, mas são formas de psilocibina comprar. A psilocibina e a psilocina, substâncias de caráter alucinógenas e concentradas, ou seja isoladas da espécie, são substâncias proscritas pela Anvisa desde 1998, no entanto, essas substâncias quando isoladas, são consideradas ilegais.

Onde encontrar cogumelos mágicos?

São encontrados facilmente na natureza, aqui no Brasil, é comum encontrar em fazendas onde há criação de gado, pois eles crescem no esterco. Porém, precisa ter um cuidado enorme na hora de identificar, sendo muito fácil de confundir com "outros cogumelos".

A forma mais confiável de encontrar psilocybe cubensis desidratado é através de sites em pesquisa rápida por termos como "cogumelo alucinógeno comprar".


Fronteiras entre o Psíquico e o Espiritual

espiritual psiquico

A cena em que essa busca pela unidade mística acontece é na consciência .A consciência é uma forma de verdade.Também pode ser definido como um nível interno da realidade, pois é através dela que reconhecemos nossas próprias ações e sentimentos. Outra vantagem são os testes internos, que permitem que o ser seja comprovado pela existência, adquirido pelo conhecimento e desfrutado pela aventura.

Os níveis básicos de consciência

O de vigília, sono com sonhos, sono profundo e desperto. Ficaremos aqui no quarto estado , que é a base para níveis mais elevados de consciência e experiência mística. Existem muitos termos para esses estados mentais:

  • consciência cósmica;
  • consciência visionária;
  • consciência xamânica;
  • consciência transpessoal;
  • iluminação;
  • consciência de autotranscendência;
  • consciência objetiva e assim por diante.

Ou, para usar um termo mais poético, êxtase e graça cristã , zen satori, Jnma Yoga samadi, fanatismo sufi e o "milagre" do daimismo que discutiremos mais adiante.

Por outro lado , a consciência é um tipo de zona mental na qual se percebe as várias dimensões, mundos e planos da realidade. Suas ocorrências são só de outra ordem de realidade, mas sem que percam sua veracidade. Segundo o grande cristão - esotérico Daskalos, a consciência ou mente divina pode ser alcançada desde a percepção tridimensional do mundo material, passando pelas quatro dimensões do mundo físico, até o plano dos pensamentos, que está inextricavelmente ligado ao plano físico. Existem estados de consciência que só podem ser imaginados ou intuídos pela consciência humana, porque existem fora dos " reinos de separação ", onde o espírito reina supremo, e os reinos da pura espiritualidade.

Incapacidade, incapacidade de expressar em palavras as maiores conquistas feitas com todas as suas visões e sentimentos;

      • Qualidade insubstituível das verdades vivenciadas, implicando uma significativa expansão do poder intuitivo;
      • Um senso de singularidade;
      • Experiência subjetiva de minha fusão com o universo;
      • Transcendência do tempo e do espaço, a sensação de aparecer beatificamente no Eterno Agora;
      • Um profundo senso de otimismo sobre a vida;
      • Reconhecimento da sacralidade da natureza divina da experiência obtida;
      • Aumento da concentração e cognição;
      • Sensação de conforto e apoio moral para cumprir as instruções recebidas;
      • Insights reveladores e valiosos para a resolução de conflitos internos;

Todas essas referências podem ser encontradas em maior ou menor número em estados alterados de consciência e constituem revelações matemáticas genuínas.

Sejam eles naturais , espontâneos ou induzidos pelo uso de instrumentos , mantras ou enteógenos como o chá de santo daime, conhecida também como ayahuasca e os cogumelos psilocybe cubensis, famosos cogumelos mágicos.

Dependendo da intensidade dessas experiências , podem atingir seu ápice, que é a sensação de se fundir com o Absoluto , a "união mística" por excelência. Seria preciso engenhosidade para acreditar que tal gama de fenômenos, com tais implicações psicológicas, éticas e sociais , pudesse ser interpretada como mera regressão infantil ( ainda que benéfica para o ego), ou, pior, como uma espécie de " degenerescência positiva". " de um estado psicológico.


Dose Heroica de Cogumelos Mágicos

relato"

Gostaria de compartilhar aqui a minha experiência com a dose Heróica de Cogumelos Mágicos, espero que o meu relato sirva como inspiração e cura para muitas pessoas.

A dose heróica de psilocibina pode ser uma experiência muito fascinante, diria que as pessoas falam sobre cogumelos mágicos com certo tabu "Meus colegas nunca tomaram grandes doses e todos eles estavam tomando pequenas doses, foi quando eu tive a oportunidade de tomar uma dose heróica, em torno de 5g. Em minha primeira experiência eu sabia o que fazer, além de ter medo, pesquisei muito, me preparei para o momento e então aconteceu.

Em comparação com a ayahuasca o uso dos cogumelos alucinógenos são fáceis recreacionalmente e você pode se divertir muito, aprender muito com esta viagem interior, pois os efeitos colaterais do uso não é tão trash quanto no uso uso do chá de Santo Daime, você sabe e eu acho que muitas pessoas fazem isso em casa, fazendo suas pesquisas na internet “psilocybe cubensis comprar” as opções para comprar psilocibina são diversas.

Segundo relatos, cada vez que você toma uma dose heróica de cogumelos mágicos, você pode senti-los, você se diverte entrando no universo da natureza, os sentidos ficam aguçados, as cores muito mais vivas e alucinações são comuns, visões de mandalas e figuras da cultura indigêna, em outras ocasiões as alucinações são relacionados aos traumas de cada indivíduo, fazendo assim que você se depare com a situação e possa ressignificar cada problema, auxiliando em uma evolução quase que divina.

Em nossa cultura o alcoolismo é algo comum, é uma droga letal e sua venda não é proibida aqui no Brasil, quantos pais de família utilizam o álcool como válvula de escape para uma tentativa de amenizar seus problemas emocionais, psicológicos e frustrações do dia-a-dia ?

Consideremos que se ao invés de utilizarem o álcool como forma de alívio de um problema que não terá solução imediata, as pessoas passarem a utilizar a psilocibina, certamente em um futuro breve teríamos uma evolução significativa nos problemas da sociedade.

Já tive várias experiências com álcool e muitas com psicodélicos e posso garantir que quando se trata de diversão, os cogumelos alucinógenos se sobressaíram, as pessoas dizem que eu uso cogumelos mágicos com segurança e ainda aproveito muito sua atenção às etapas e as grandes variáveis, o aprendizado é imenso junto com uma vibe boa, posso curtir, aproveitar meus momentos tanto solo quanto acompanhado de meus amigos e em diversão.

Momentos de empatia com o próximo, a gratidão pela vida, pelo ar que respiramos, contato com seres de luz, experiência de morte consciente, de resolução de problemas internos onde de outra forma talvês nunca iriamos nem perceber tais problemas, estas são algumas características do uso de cogumelos mágicos em uma dose heróica.

Não pense que para ter boas experiências basta comprar psilocibina, os famosos cogumelos mágicos e fazer o uso sem ao menos ter estudado sobre o assunto, aconselho que façam suas pesquisas primeiro, pois hoje em dia em uma breve consulta no google o volume de informações é muito maior do que se encontrava á pelo menos 5 ou 6 anos atrás, a psilocibina é considerada uma das melhores opções para abertura e expansão da consciência, pelo poder e grandiosidade a que nos referimos sobre este assunto, o mínimo de conhecimento é mais que necessário antes de qualquer uso, entenda que relatos como este, está se tornando cada dia mais comum, quem sabe o próximo relato a ser compartilhado não seja o seu?

Estudos afirmam que a nova doença do século é a ansiedade, em contrapartida há diversos estudos que relatam a psilocibina como um tratamento eficaz em doenças psicossomáticas como a ansiedade, o estresse pós traumático, depressão e etc..

A minha percepção é que temos um caminho, não digo que para a cura, mas para o bem estar da humanidade, sabe aquele ditado que diz “gentileza gera gentileza”?

Acredito que pessoas boas emocionalmente possam ajudar outras pessoas a se tornarem melhor, ao invés do auxílio do álcool onde na maioria dos casos de violência contra mulher, brigas de bar, morte entre torcidas em estádios o álcool seja protagonista, os psicodélicos pode sim a moeda de troca para um mundo melhor, com mais empatia e amor pelo proximo sem deixarmos de nos divertir da forma que gostamos.


O que saber sobre o uso de cogumelos mágicos

Cogumelos mágicos são cogumelos selvagens ou cultivados que contêm psilocibina, um composto psicoativo e alucinógeno de ocorrência natural.

cogumelos mágicos são legais no brasil

Veja também: cogumelos mágicos são legais no brasil?

A psilocibina é considerada um dos psicodélicos mais conhecidos, de acordo com a Administração de Serviços de Abuso de Substâncias e Saúde Mental (SAMHSA).

Embora certas culturas sejam conhecidas por usar as propriedades alucinógenas de alguns cogumelos por séculos, a psilocibina foi isolada pela primeira vez em 1958 pelo Dr. Albert Hofmann, que também descobriu a dietilamida do ácido lisérgico ( LSD ).

Cogumelos mágicos são muitas vezes preparados por secagem e são consumidos misturados em alimentos ou bebidas, embora algumas pessoas comem cogumelos mágicos recém-colhidos.

Também conhecido como : Cogumelos mágicos, cogumelos alucinógenos, psilocybe cubensis, cogumelos mágicos de psilocibina, cogumelos azuis, teonanacatl, alimento dos Deuses.

Classe de drogas : A psilocibina é classificada como um alucinógeno.

Efeitos colaterais comuns : Os cogumelos mágicos são conhecidos por causar náusea, bocejo, sensação de relaxamento ou sonolência, experiência introspectiva, nervosismo, paranóia, pânico, alucinações e psicose.

Como reconhecer cogumelos

Cogumelos contendo psilocibina parecem cogumelos comuns secos com hastes longas e finas que são cinza-esbranquiçadas e tampas marrom-escuras que são marrom-claras ou brancas no centro. Cogumelos secos são de uma cor marrom enferrujada com áreas isoladas de esbranquiçados.

cogumelos mágicos são legais no brasil

Cogumelos mágicos podem ser comidos, misturados com alimentos ou preparados como chá para beber. Eles também podem ser misturados com cannabis ou tabaco e fumados. A psilocibina líquida também está disponível, que é a droga psicodélica natural encontrada em bonés de liberdade. O líquido é marrom claro e vem em um pequeno frasco.

O que os cogumelos mágicos fazem?

Cogumelos mágicos são drogas alucinógenas, o que significa que podem fazer com que você veja, ouça e sinta sensações que parecem reais, mas não são. Os efeitos dos cogumelos mágicos, no entanto, são altamente variáveis ​​e acredita-se que sejam influenciados por fatores ambientais.

cogumelos mágicos são legais no brasil

5 Cogumelos Mortais

Hoje em dia tem se tornado comum como a algumas decadas a "caçada" aos cogumelos, jovens atrás de psilocibina onde encontrar como em cogumelos acabam entrando nessa jornada, segue dicas vítais sobre, afinal se você encontrar um desses cogumelos abaixo pode ser o ultimo.

  1. Cogumelo Cérebro
  2. cogumelo mortal

    O Gyromitra esculenta. também conhecido como falso morel ou cogumelo cerebral (dada a sua superfície enrolada)

    O cogumelo cérebro que também é conhecido como fungo turbante pode ser mortal quando consumido cru, esta espécie é venenosa.

    Infelizmente, às vezes é coletado erroneamente por pessoas que procuram Morels Morchella esculenta . O mais preocupante é o epíteto específico, porque esculenta significa 'bom para comer', e em alguns países do Leste Europeu esse impostor morel há muito é tratado como um esculento; felizmente, hoje em dia, os riscos estão se tornando mais amplamente compreendidos à medida que as pessoas que procuram fungos ficam 'conectadas à web'.

    Difundido, mas raramente registrado e muito localizado na Grã-Bretanha e na Irlanda, Gyromitra esculenta ocorre em solo arenoso mais frequentemente sob pinheiros. Encontrado em toda a Europa, este fungo tóxico também é registrado em muitas partes da América do Norte.

    Durante séculos, esses fungos semelhantes a cogumelos foram coletados e comidos por pessoas na Escandinávia e na Europa Oriental e, sem dúvida, em menor grau, em outras partes do mundo. A toxina dentro desses fungos recebeu o nome de girotoxina, e sua estrutura química é bem compreendida, embora exatamente por que e como ela envenena as pessoas seja menos claro, mas de alguma forma destrói os glóbulos vermelhos. A girotoxina também é conhecida por ser cancerígena.

    O nível de toxicidade em Gyromitra esculentavaria dependendo da localização, os da Europa Oriental aparentemente muito mais perigosos que os espécimes coletados na América do Norte, por exemplo. Os cogumelos falsos colhidos no alto de terrenos montanhosos demonstraram ser menos tóxicos do que aqueles que se reúnem em florestas de pinheiros de planície. Foi demonstrado que o cozimento reduz a toxicidade, mas mesmo os cogumelos falsos bem cozidos causaram envenenamento, portanto, cozinhar não é garantia de segurança, pois há evidências de que refeições repetidas desses fungos causam um acúmulo de toxinas no corpo. Os primeiros sintomas de envenenamento por girotoxina incluem dores de estômago, sudorese e vômitos, levando a tontura e, em alguns casos, coma. A girotoxina afeta o sistema nervoso central e danifica o fígado da vítima e possivelmente também os rins.

  3. Falso Morel infula com Capuz
  4. cogumelo mortal

    Gyromitra infula tem uma tampa marrom canela a marrom âmbar ou marrom avermelhado, um pouco em forma de sela, com uma superfície lisa a um pouco irregular, mas não fortemente enrugada. O estipe é redondo na seção transversal ou um pouco comprimido e sulcado, branco ou tingido de vermelho rosado com micélio branco na base.

    Conhecido como o falso morel com capuz ou a sela élfica , é um fungo da família Helvellaceae . As tampas marrom-avermelhadas com escuros corpos frutíferos, desenvolvem uma forma característica de sela na maturidade, e as extremidades de ambos os lóbulos da sela são desenhadas para pontas afiadas que se projetam acima do nível do corpo frutífero.

    O estipe é branco ou castanho pálido, liso por fora, mas oco com algumas câmaras no interior. É encontrado no Hemisfério Norte , geralmente no final do verão e no outono, crescendo em madeira podre ou em solo duro compactado. G. infula é considerado não comestível, pois contém o composto tóxico giromitrina (referência necessária) que, quando metabolizado pelo organismo, é convertido em monometilhidrazina , um componente de alguns combustíveis de foguetes. A toxina pode ser removida por cozimento completo. Os fungos Gyromitra estão incluídos na categoria informal " falsos cogumelos ".

    G. infula e G. ambigua ocorrem tipicamente no final do verão e outono com coníferas e folhosas no solo e na madeira. Embora G. ambigua normalmente tenha tons roxos mais fortes na base do estipe e chapéus um pouco mais escuros, determinar qual dessas espécies você normalmente requer verificar o tamanho dos esporos (principalmente 20--23 μm de comprimento em G. infula e 22-30 μm de comprimento em G. ambigua) e, mesmo assim, a resposta pode não ser clara. Ambas as espécies são muito venenosas.

  5. Tampa da morte marmorata
  6. cogumelo mortal

    Amanita marmorata é mortalmente VENENOSO . A espécie contém amatoxinas.

    Uma nova subespécie na seção Amanita Phalloideae do Havaí

    Amanita marmorata foi originalmente descrita do estado da Austrália Meridional. Foi exportado com plantas australianas para a África do Sul e as ilhas havaianas, EUA.

    A subespécie myrtacearum foi encontrada em seis ilhas havaianas frutificando em associação com espécies não nativas de Eucalyptus e Casuarina . A hipótese de que a espécie pode ter chegado ao Havaí em árvores trazidas da Austrália há muitos anos. Não está claro se a introdução da espécie aconteceu mais de uma vez - isso seria um excelente estudo de genética populacional. A espécie original aparentemente mudou o suficiente para que possa ser considerada uma subespécie diferente.

    Levantaram a hipótese de que, como outros membros do Phalloideae , seria esperado que Amanita marmorata contenha α-amanitina. A toxina nos cogumelos do anjo da morte é uma proteína relativamente pequena de oito aminoácidos, um ciclopeptídeo chamado α-amanitina.

    De acordo com o Dr. John W. Rippon, professor emérito da Universidade de Chicago em Micologia Médica, a α-amanitina funciona atacando lentamente a RNA polimerase, uma enzima no fígado. Em última análise, afeta o sistema nervoso central e os rins. Ao contrário de muitas toxinas fúngicas, não causa sintomas imediatamente.

    Os sintomas ocorrem entre 6 à 24 horas após a ingestão, podendo haver uma sensação precoce de mal-estar, seguida de cólicas violentas e diarréia.

    No terceiro dia, há remissão dos sintomas, mas esta é uma falsa remissão. No 4º ao 5º dia as enzimas aumentam e o fígado e os rins são severamente afetados.

    A morte geralmente ocorre se um transplante de fígado ou outras medidas heróicas não forem realizadas. A mesma toxina é, coincidentemente, Galerina outonalis .

    De acordo com algumas pessoas que comeram esses amanitas venenosos (e depois morreram), eles têm um sabor bastante bom, então você não pode confiar em suas papilas gustativas para distinguir cogumelos venenosos de comestíveis. No entanto, não recomendamos provar!!!!!

    Se você planeja comer qualquer cogumelo, deve ter certeza absoluta da identificação do gênero e da espécie. Uma refeição, por mais deliciosa que seja, não vale o preço da sua vida.

  7. Death Cap (cogumelo boné da morte)
  8. cogumelo mortal

    Amanita phalloides, o cogumelo boné da morte, está se estabelecendo em todo o continente norte-americano, aumentando a necessidade de conscientização do público em geral sobre seus perigos.

    Após a proliferação de um cogumelo na área da baía de São Francisco no final de 2016, 14 pessoas consumiram um fungo venenoso e adoeceram drasticamente. Uma criança até sofreu danos neurológicos permanentes.

    Estas foram apenas algumas das últimas em uma série de envenenamentos nas últimas décadas - um pequeno punhado dos quais provou ser fatal .

    A causa tóxica: Amanita phalloides , mais conhecida por seu apelido sombrio, o cogumelo "chapéu da morte".

    Amanita phalloides é o que é conhecido no mundo da micologia como "mutualista", de acordo com Anne Pringle, professora de Botânica e Bacteriologia da Universidade de Wisconsin-Madison, Letters and Science Rubenstein.

    “Um mutualismo é, simplesmente, uma relação entre dois organismos de espécies diferentes que resulta em um benefício para ambos os organismos”, diz Pringle. Como um fungo ectomicorrízico (um fungo que cresce fora das raízes da planta), o cogumelo da capa da morte forma essa relação com uma árvore hospedeira. O fungo cresce no solo e se mistura com as raízes da árvore, extraindo nitrogênio do solo e trazendo-o para a árvore em troca de carbono.

    Na Califórnia, onde o cogumelo do boné da morte é bastante comum - possivelmente devido ao seu clima mediterrâneo agradável - o fungo normalmente cresce em conjunto com o carvalho vivo da costa . Na costa leste, o fungo geralmente se liga ao pinheiro. E na Europa nativa do fungo, é uma combinação de faia e carvalho.

    O que acontece se você ingerir acidentalmente um cogumelo com tampa mortal?

    O Amanita phalloides contém algumas toxinas. Isso inclui a falotoxina, que "causa náuseas, vômitos e desidratação graves, com danos aos rins e desequilíbrios eletrolíticos resultantes", diz Vohra. Mas o kicker é a "alfa-amanitina (também chamada de amatoxina)", que "interrompe o funcionamento da célula ao direcionar a transcrição do RNA pela RNA polimerase II, e isso impede a célula de fazer proteínas essenciais e componentes celulares''.

    " Esta última toxina desce rapidamente sobre o fígado. Vítimas anteriores exigiram transplantes de fígado de emergência .

    O envenenamento se espalha em três fases, pois pode levar várias horas para que os sintomas das toxinas do boné da morte se manifestem no corpo.

    • Fase I: náuseas e vômitos.
    • Fase II: em uma reviravolta cruel, a náusea e o vômito podem cessar, mas os danos ao fígado progridem de maneira dramática.
    • Fase III: podem ocorrer insuficiência hepática avançada, convulsões, perda de pressão arterial, edema cerebral e coma. E, na pior das hipóteses: morte. Caramba.
  9. Sino fúnebre (Skullcap)
  10. cogumelo mortal

    Galerina marginata , conhecida coloquialmente como sino fúnebre ou calota craniana mortal, é uma espécie de fungo venenoso da família Hymenogastraceae da ordem Agaricales .

    É o cogumelo venenoso mais fácil de confundir com os psilocybe cubensis, por este motivo não aconselhamos que você saia comendo qualquer cogumelo que seja semelhante aos psilocybe cubensis sem ao menos ter as informações necessárias.

    Antes de 2001, pensava-se que as espécies G. autumnalis , G. oregonensis , G. unicolor e G. venenata eram separadas devido a diferenças de habitat e a viscosidade de suas tampas , mas a análise filogenética mostrou que são todas da mesma espécie .

    Os corpos frutíferos deste fungo têm tampas marrons a marrom-amareladas que desbotam ao secar. As brânquias são acastanhadas e dão uma impressão de esporos enferrujados . Um anel membranoso bem definido é normalmente visto nas hastes de espécimes jovens, mas geralmente desaparece com a idade. Nos corpos frutíferos mais velhos, as tampas são mais planas e as brânquias e caules mais marrons. A espécie é um clássico " pequeno cogumelo marrom " - uma categoria abrangente que inclui todos os cogumelos marrons pequenos a médios, difíceis de identificar, e pode ser facilmente confundida com várias espécies comestíveis .

    Galerina marginata é difundida no Hemisfério Norte , incluindo Europa, América do Norte, Ásia, e também foi encontrada na Austrália. É um fungo que apodrece a madeira que cresce predominantemente em madeira de coníferas em decomposição. Uma espécie extremamente venenosa, contém as mesmas amatoxinas mortais encontradas no boné da morte ( Amanita phalloides ). A ingestão em quantidades tóxicas causa graves danos ao fígado com vômitos, diarréia, hipotermia e eventual morte se não for tratada rapidamente. Cerca de dez envenenamentos foram atribuídos às espécies agora agrupadas como G. marginata ao longo do século passado.

O que fazer em caso de intoxicação por cogumelos?

  • Contacte, de imediato, o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) do INEM – 808 250 143;
  • Siga as instruções dadas pelo médico;
  • Quando consumir cogumelos silvestres deve guardar, pelo menos, um exemplar de cada espécie consumida;
  • Em caso de intoxicação, deverá ter esses exemplares para que a assistência médica possa atuar com maior eficácia;
  • É ainda mais perigoso quando os sintomas aparecem 6 horas ou mais após a ingestão.

Siga estes importantes conselhos do SAMU:

  • Não apanhe nem cozinhe cogumelos frescos, se não os distinguir com exatidão;
  • Se após a ingestão de cogumelos surgirem sintomas, nomeadamente vómitos e diarreia, deve contactar de imediato o CIAV.

Fatos fascinantes sobre os fungos

Os fungos são considerados essenciais para a vida na Terra. Ainda assim, mais de 90% dos estimados 3,8 milhões de fungos que existem no mundo são atualmente desconhecidos pela ciência.

"É um conjunto tão interessante de organismos, e no entanto sabemos muito pouco sobre eles", diz a professora Kathy Willis, diretora de ciência do Kew Gardens, o Jardim Botânico de Londres, que coordenou um dos maiores estudos sobre o assunto.

"Eles são organismos realmente estranhos, com o ciclo de vida mais bizarro. E, ainda assim, quando você entende seu papel no ecossistema da Terra, percebe que eles sustentam a vida no planeta."

Fatos fascinantes sobre os fungos

Muitas pessoas estão familiarizadas com os cogumelos comestíveis ou com o mofo por trás da penicilina.

Mas os fungos possuem uma série de funções vitais, desde ajudar as plantas a extrair água e nutrientes do solo e fornecer matéria-prima para medicamentos que podem reduzir o colesterol no sangue ou permitir transplantes de órgãos.

Também são elementos promissores nos estudos que buscam novas formas para decompor plásticos e gerar novos tipos de biocombustíveis.

Mas possuem um lado mais sombrio: devastando árvores, lavouras e outras plantas em todo o mundo, e exterminando animais como anfíbios.

Separamos alguns fatos fascinantes sobre os fungos

Fatos fascinantes sobre os fungos
  1. Os fungos estão em um reino próprio, mas são mais próximos dos animais do que das plantas;
  2. Possuem substâncias químicas em suas paredes celulares compartilhadas com lagostas e caranguejos;
  3. Foi descoberto um fungo capaz de decompor plásticos em semanas, em vez de anos;
  4. Há evidências que sugerem que leveduras — um tipo de fungo — eram usadas para produzir a bebida alcoólica hidromel há 9 mil anos;
  5. Pelo menos 350 espécies são consumidas como alimentos, incluindo trufas, que podem ser vendidas por milhares de dólares cada, Fusarium venenatum (conhecido também como quorn, um substituto de carne) e aquelas presentes na pasta marmite (tradicional no Reino Unido) e nos queijos;
  6. As peças de plástico para automóveis, a borracha sintética e o lego são feitos com ácido itacônico derivado de um fungo;
  7. No total, 216 espécies de fungos são consideradas alucinógenas;
  8. Fungos estão sendo usados ​​para transformar resíduos de colheitas em bioetanol;
  9. Produtos feitos a partir de fungos podem ser usados ​​como substitutos para espuma de poliestireno, couro e materiais de construção;
  10. Estudos genéticos mostram que existem milhares de fungos diferentes em uma única amostra de solo, muitos dos quais são desconhecidos e estão ocultos — os chamados "dark taxa".
Fatos fascinantes sobre os fungos

Mais de 100 cientistas de 18 países descobriram que:

  • Mais de 2 mil novos fungos são descobertos a cada ano, a partir de uma variedade de fontes, incluindo uma unha humana;
  • Centenas de espécies são coletadas e consumidas como alimento, com o mercado global de cogumelos comestíveis avaliado em R$ 235 bilhões por ano.
  • Apenas 56 tipos de fungos foram avaliados para a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), que classifica espécies ameaçadas de extinção — em comparação com mais de 25 mil plantas e 68 mil animais.
  • Em um relatório intitulado State of the World's Fungi ("Estado dos Fungos do Mundo", em tradução literal), o maior estudo já feito sobre o tema foi divulgado em 2018.
  • Brian Douglas, do Lost and Found Fungi Project, diz que os fungos são tão bonitos quanto as orquídeas — e igualmente importantes de se proteger. "Acho que precisamos ensinar as pessoas, convidar as pessoas a admirar os fungos."
Fonte: BBC News